domingo, 4 de setembro de 2011

Concordância Verbal - Exercícios para 8ª série

1) Considerando que o termo em destaque é o sujeito, escreva as frases, completando as lacunas com a forma verbal que torna correta a condordância.

a) A decisão dos diretores da empresa surpreendeu/surpreenderam os funcionários.

b) Nos últimos dias surgiu/surgiram na imprensa boatos de aumento na taxa de juros.

c) O velho relógio da igreja batia/batiam dez horas.

d) No velho relógio da igreja batia/batiam dez horas.

e) A confusão começou quando deu/deram duas horas e os portões do estádio foram abertos.



2) Faça como no exercício anterior.

a) Um sentimento angustiante , repleto de contradições e dúvidas, tirava/tiravam -lhe a vontade de continuar o trabalho.

b) Depois da inundação, não restaram/restou na avenida nem vestígios de seu belo canteiro central.

c) A planície infindável, recoberta por geleiras e recortada por abismos traiçoeiros, não amedrontava/amedrontavam os exploradores.

d) Não fazia/faziam parte do plano da expedição as terríveis dificuldades enfrentadas logo no início da longa viagem.

e) A obra está quase pronta; ficarão/ficará faltando apenas a conclusão dos serviços de ajardinamento das laterais das pistas.

f) A análise dos resultados finais das últimas eleições municipais revela/revelam um maior apoio dos eleitores aos partidos de oposição.



Fonte: FERREIRA, Mauro. Aprender e praticar gramática. Ed. renovada. São Paulo: FTD, 2007. p. 519-520.



Atenção 8ªA Santa Quitéria:

Copiar no caderno os exercícios e trazê-los resolvidos no dia 12.09.11 (segunda-feira).

Ita est!
Prof. Zanon

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Matérias mais antigas:

Minha foto
Sou um professor apaixonado pela educação, pela literatura, pela língua portuguesa e pela arte de escrever. Como tantos educadores, um idealista. Fascina-me a incomensurável capacidade de transformação do ser humano. Por que me ufano da minha profissão? Porque sei que quando leciono, não estou apenas passando conteúdos, mas também destruindo mitos, dogmas e raciocínios falaciosos que cerceiam a liberdade humana.